Manual do Assassino #3

17 Comentarios
Novo texto do M.A para quem estava com saudade ou louco para a próxima dica... (ou seja, ninguém). Não tão completo como o #2, mas com boas dicas para quem sabe, um momento de solidão em uma rua escura...
Boa leitura!


3. Morte por Esfaqueamento

Esfaqueamento: s. m. Ato ou efeito de esfaquear.
Esfaquear: v. t. Ferir, golpear com faca. Retalhar.

Existem muitas formas de esfaquear alguém e a maioria pensa que é um serviço fácil. As vezes sim, porém é preciso tomar uma série de cuidados sobre tudo na escolha da lâmina. Lembrando que este é um tipo de morte pouco discreto, levando em conta o desespero da vítima e gritos que precisarão ser suprimidos dependendo da forma de abordagem, e também, a leve "bagunça" com todo o sangue que irá escorrer se você acertar a artéria.
Não existem formas corretas para esfaquear alguém, só é preciso considerar alguns pontos caso você queira acabar o serviço logo para voltar a seus afazeres normais, ou fazer aquilo durar horas para ocupar seu tempo contra o tédio de todos os dias.
Por isso, nesta página, não falarei de formas e sim dicas para a melhor apreciação desta modalidade.
Lembre-se antes de dar preferência a lâminas novas ou seminovas, pois quando estão muito gastas, cegas ou até mesmo enferrujadas, podem dificultar um pouco o processo, ou deixar tudo ainda mais divertido, isso na verdade é uma sugestão pois o tipo de lâmina vai conforme o seu sadismo.




1. Dicas

1.1 Para uma morte rápida.

Existem alguns pontos mais sensíveis no corpo onde um corte pode ser extremamente fatal. Normalmente, cortes que atingem as artérias não possuem reversão, gerando uma hemorragia rápida, sendo a principal delas, a artéria aorta. Além de ser a principal artéria, você pode encontrar os pontos sensíveis dela no abdômen, pescoço e coxa, sendo nessa região conhecida como artéria femural. Uma ruptura na aorta pode ser fatal, gerando dispneia, por falta de sangue e uma intensa dor súbita. Um golpe profundo  no tórax também perfura a aorta, gerando assim uma morte dolorosa e sofrida.
Ainda no pescoço, temos a jugular, que transporta o sangue venoso do crânio e sistema nervoso. É a queridinha dos degoladores, tanto é que os clássicos latinos usavam o verbo "jugulo" como sinônimo de degolar, e jugulator, como sinônimo para degolador. No caso da ruptura, os sintomas são bem semelhantes ao da aorta, hemorragia, estado de choque, sem contar a dor. Uma morte rápida e sofrida e com muito sangue jorrando.
E para cortes no pulso, corte na vertical para uma morte eficiente e não na horizontal como a maioria dos adolescentes fazem.

1.2 Para mortes lentas

Em caso de mortes lentas de igual sofrimento, recomendo cortes superficiais. Corte na pele formam lesões, cortes na carne podem levar a deformidades e infecções. Além disso, mesmo que os cortes não sejam profundos o bastante, se forem em grande quantidade, e não forem fechados, podem gerar uma hemorragia. Logo, uma dica pessoal:
Amarre a vítima escolhida, deixe-a com roupas leves e comece com cortes leves na pele. Depois, conforme o desespero aumenta, e o sangue circula mais rápido, faça cortes mais profundos na carne. Cortes pequenos ou compridos, não muito profundos mas o suficientes para que o sangue rubro cubra a superfície.
Depois de muitos cortes e retaliações, você tem duas escolhas: Continuar cortando até não haver mais sangue para jorrar, ou deixar a vítima a mercê por alguns dias sem nenhum tipo de cuidado médico. Muitos cortes, sem cuidados, geram infecções mais rápidas e mais graves, que levam a uma morte certa com o dobro de sofrimento e agonia.

1.3 Algumas formas mais técnicas

Se você ainda tem dúvidas de como fazer um corte eficiente sem parecer que está degolando uma galinha, eis algumas dicas de um artigo que eu li:
 - Enfiar a faca no coração e gira-la, morte quase instantânea.
- Enfiar a faca na nuca levando a ponta para cima (direção do cérebro) morte instantânea.
- Cortar jugular (passar a faca do lado esquerdo do corpo 2 cm abaixo da pele) morte em 2 minutos.
- Cortar artéria femural (10 cm abaixo da virilha) ou braquial (10 cm abaixo da axila, passar a faca na parte interna do membro 2 cm abaixo da pele) morte em 2 minutos.
- Enfiar a faca na nuca direcionando para baixo desconectando a rede neurológica dela. Morte instantânea.
- Ao utilizar uma faca como arma de combate, a melhor forma é cravá-la no pulmão, com isso impede que a vítima grite evitando assim atrair atenção. Retire a faca rapidamente do corpo para que o sangue comece a esvair e lentamente a vítima irá perecer.


2. Sobre as lâminas e lugares



Não me prolongarei muito sobre as lâminas pois existem milhões de tutorais em vídeos sobre as melhores lâminas além de formas de afiá-las corretamente. Claro que ninguém faz estes tutorias pensando no real uso que a pessoa vai fazer do instrumento, ou pensa e faz exatamente sabendo disso. Em todo caso, vale a pena uma pesquisa, pois para um serviço bem feito é preciso materiais de qualidade e mesmo que não se tenha uma qualidade tão boa, é preciso pelo menos fazer o material que você tem valer a pena, mesmo que seja para usá-lo somente numa noite.
Independente da forma e do que você for usar, é preciso ter um ambiente agradável para realizar o procedimento, pois como é uma morte que gera uma certa "sujeira", você pode precisar se livrar de rastros rápido, caso alguém desconfie. Galpões e becos são mais recomendados em caso de abordagens repentinas. Você também pode usar galpões ou até mesmo uma banheira em caso de processos mais longos e degustações mais intensas.
E se você gosta de registros, as expressões faciais são as melhores em qualquer forma, principalmente após o último suspiro. Não esqueça de montar um mural pessoal em caso de fotos, pois se transformam em verdadeiras obras de arte.




Agora, irei me retirar. Sei que estou devendo mais informações, mas preciso resolver uns assuntos, afinal, é difícil se concentrar em cortes perfeitos quando a pessoa adorável que você escolhe prefere se mexer sem parar e gritar insultos como se você fosse algum tipo de monstro sem coração... Nunca vou entender essas pessoas que julgam tanto sem dar uma chance as pessoas, só porque elas estão segurando uma faca na mão.
Uma ótima noite, e bom treinamento!







juhliana_lopes M.A.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

17 comentários:

  1. Eutanasia , você está me induzindo a cometer homicídios.
    hahahaha

    ResponderExcluir
  2. qual suicídio é menos doloroso?? femoral?

    ResponderExcluir
  3. Que doentio... Estou pesquisando formas de suicídio, não de matar outras pessoas.

    ResponderExcluir
  4. Agora posso ter mais facilidade d cometer meus assassinatos sem problema

    ResponderExcluir
  5. Preciso matar um cara na escola, porem quero ver ele sofrer lentamente. O que fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aborda ele na rua, mais uma rua que n tenha ninguém tenha uma faca e facão em mãos para ele n gritar depois comece a corta os dedos deles um por um mais tem q colocar algo na boca dele para o grito ficar abafado. Depois que vc corta os dedos e ver o sofrimento comece a esfaquear ele sem dor e piedade depois sai arrastando ele até um lixeiro ou no esgoto onde provavelmente ninguém irá procurar lá.

      Excluir
  6. Cara...amei, talvez um dia isto me seja último, apesar de ei ter pesquisado sobre o melhor local para esfaquear sem causar uma hemorragia... Rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. OMG! Que absurdo! Eu só queria uma 'melhor' para me cortar, e não pra sair esfaqueando os outros, mas fora isso, texto bem escrito, gostei!

    ResponderExcluir
  8. interessante , mas sabe remover os olhos da vitima ainda é preferível , seus gritos ahh ~~

    ResponderExcluir
  9. pescoço corta o proprio jugular e carotida melhor suicidio ou enfia a faca no coração

    ResponderExcluir
  10. Página mt boa, achei q eu era o único que pensava nisso

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários com conteúdo: racista, homofóbico, preconceituoso, maldoso, ou de qualquer índole duvidosa que possam a infringir ou ferir a moral de qualquer um.

Se por acaso o comentário é sobre alguma duvida com relação a postagem, tenha CERTEZA de que está duvida não esteja transcrita na postagem. Ficaremos contentes em tentar responde-lá.

Todas as afirmações contidas nos comentários são de responsabilidade do comentador, o blog Eutanásia Mental, não tem obrigação nenhuma sobre qualquer ato ofensivo nos comentários.

Tudo bem errar uma palavra ou outra, esquecer de algum acento também esta beleza. Agora se escrever tudo errado e não ser possível entender um nada, o comentário não será liberado.

Obrigado pela atenção. Comente e faça um blogueiro feliz :-)