Manual do Assassino #2

22 Comentarios
Novo texto do M.A para apreciação de vocês, esse tá mais completinho mas lembrem-se, é algo puro e inocente, não me culpem depois u.u
Boa leitura!


2. Morte por Envenenamento

Envenenamento:  s.m. Ação de envenenar ou de envenenar-se; intoxicação.
Envenenar: v.t. Dar veneno a. Intoxicar: ele foi envenenado por cogumelos. Infetar com veneno: envenenar a carne. Fig. Encher de amargura: as preocupações envenenam a vida.


Como amante da boa morte, aprecio também a morte por envenenamento, uma das mais notáveis e covardes. Covardes sim pois você vai ao limite brincando com a confiança humana, oferecendo algo inocente com efeito devastador. É ótimo também pois tem-se muito espaço para criatividade, pois é preciso exercitar a mente para pensar em formas inusitadas para não criar um clichê tão brega para a vítima. E se você quer algo rápido, procure atingir a vítima com doses letais, caso contrário, terá que se deliciar com a forma gradativa da ação que muitas vezes pode ser tão deliciosa de ser observada, ainda mais quando não se sabe de onde está vindo a causa da "doença". 




1. Formas 

1.1 Ingestão 

Veneno na comida e bebida são os mais clássicos. A tarefa parece simples: faça uma comida ou pegue pronta, coloque o "tempero" e dê para a pessoa comer. 
Não é simples. Fazer a pessoa ingerir o veneno sem perceber requer cuidados. Primeiro é preciso escolher o veneno que será usado que vai conforme o objetivo que você deseja (morte súbita/lenta/dolorosa, etc.), depois é preciso analisar os componentes do veneno escolhido para se ter a certeza de que o calor da comida ou o álcool do vinho por exemplo, não modificaram a composição do elixir, deixando mais fraco sem o efeito desejado ou mais forte criando uma situação totalmente diferente.
É preferível também observar a quantidade do componente, pois o corpo humano naturalmente rejeita qualquer componente estranho em excesso, logo, no caso de venenos, maior quantidade não é sinônimo de serviço bem feito ou serviço mais rápido. Exageros podem custar todo um plano desejado por anos.
É importante observar também a forma como o componente se comporta no corpo. Sempre dê preferência a componentes que "desapareçam" no sangue e não deixem nenhum vestígio aparente, uma vez que ainda não é possível encontrar um componente 100% invisível. Vale a pena esperar mais um pouco sentindo o gosto da morte na boca e investir em pesquisa, para não correr riscos e fazer um serviço limpo. Agora se você não se importa com esses detalhes ou quer mesmo que saibam que a vítima escolhida morreu por envenenamento, então não há razão para se preocupar. 
Outra cautela seria escolher um componente que dilua completamente na bebida ou que não altere muito o gosto da comida e nem deixe um cheiro muito forte. Esse tipo de medida é importante pois uma vez q a vítima desconfie, o processo pode vir a demorar mais com questionamentos, e até uma possível "autodefesa" por parte da vítima que pode provocar o vômito. Mais uma vez, se a sua intenção é que vejam mesmo o que está acontecendo, esses tipos de cuidados não precisam ser uma regra.

1.2 Inalação 

Por inalação você precisa de cuidados. Uma forma sutil, é usar gelo seco (dióxido de carbono) e água e deixar embaixo da cama da vítima. Feche o quarto e no outro dia você terá um cadáver. Com as janelas e portas fechadas o efeito fica parecido com o que acontece se você puxar uma mangueira do escapamento para dentro do carro e fechar tudo, ligar o carro e respirar somente a fumaça.
Você pode usar gases, porém requer mais artimanhas, pois é preciso montar um esquema especial de tubulação dependendo de como você queira que o gás seja distribuído (um exemplo pelo chuveiro, como em alguns casos nazistas).
Não vou me aprofundar tanto nesta área pois sempre dou preferência a métodos que tenham mais contato, logo não tenho tanto conhecimento há ser passado sobre este método.

1.3 Contato com a Pele

Alguns venenos são distribuídos em pó, logo, se a vítima gostar de maquiagem, basta misturar a sua composição, ou criar uma maquiagem especial com o pó especial. Você também pode misturar em cremes e perfumes, porém o cheiro logo denunciaria, então esta é uma alternativa para quem não se importa muito com detalhes pois já tem mais de um plano na manga.
Se você não tem dó de gastar, compre uma enorme quantidade (e nesse caso sim, pode ser grande pois diluiria bastante), e misture como sais de banho, em uma banheira relaxante para a vítima. Mesmo que não seja uma dose letal, pode ser o suficiente para a vítima ir adoecendo gradativamente, até o beijo da morte. Também há a possibilidade de misturar o veneno ao sabonete, pode ser mais eficiente.

1.4 Alternativos

Em tempos de guerra, sobretudo na época da Guerra Fria e Ditadura Militar, um métodos bastante usado eram as cartas. A vítima recebia uma carta inocente, porém ao abrir, ela possuía um pó, que ao entrar em contato com a pele ou inalado acidentalmente, envenenava e logo a vítima ia ficando gradativamente debilitada. O mais usado era o Thallium.
Outro golpe que ficou famoso foi o Guarda Chuva Búlgaro, observe o artigo:
"Guarda-Chuva Búlgaro é um guarda-chuva adaptado para ocultar um mecanismo pneumático que dispara pequenos dardos contendo veneno. Um guarda-chuva deste tipo foi usado na eliminação estratégica do escritor dissidente búlgaro Georgi Markov, em 7 de setembro de 1978 (data de aniversário de Todor Jivkov, que fora alvo frequente das críticas de Markov), na Ponte Waterloo em Londres. Markov morreu quatro dias depois. O mesmo dispositivo foi empregado, desta vez sem sucesso, na tentativa de assassinato de outro dissidente búlgaro, o jornalista Vladímir Kostov, no metrô de Paris. Em ambos os casos, o veneno usado foi a ricina (extraída de sementes de mamona)."
Se você convive com idosos, pessoas que fazem uso de remédios controlados ou sua vítima é extremamente hipocondríaca, use placebos modificados com veneno. A pessoa vai demorar para perceber e quando notar, será tarde demais.
E se sua vítima for uma criança, bombons e outros doces envenenados farão a alegria delas, e no caso de bebês, coloque na fralda, na chupeta ou ainda misturada na mamadeira.
Eu sei que parece insano, porém, isto é um manual e várias possibilidades devem ser vistas. Vamos para algumas composições: 



2. Composição

2.1 CIANURETO

Origem: Vegetais, como a mandioca, ou sintetizado em laboratório.
Forma de contaminação: Ingestão ou inalação.
Dose letal*: 5 miligrama/kg.
Antídoto: Nitrito de sódio.
Também chamado de cianeto, esse composto existe na forma de gás ou de pó. Ele destrói as células do sangue, causa parada respiratória e debilita o sistema nervoso central. Após a derrota alemã na Segunda Guerra, muitos oficiais nazistas se mataram engolindo uma cápsula de cianureto.

2.2 ESTRICNINA

Origem: Planta Strychnos nux vomica
Forma de contaminação: Ingestão, inalação ou contato com a pele.
Dose letal*: 2,3 miligrama/kg.
Antídoto: Não tem. Diazepan intravenoso ameniza os sintomas.
Sintetizada no início do século 19, a estricnina é um pó usado como pesticida para matar ratos. O envenenamento gera convulsões, espasmos musculares e morte por asfixia. Apesar disso, no passado já foi usada como anabolizante, para aumentar as contrações musculares de atletas.

2.3  SARIN

Origem: Sintetizado em laboratório
Forma de contaminação: Inalação.
Dose letal*: 0,5 miligrama/kg.
Antídoto: Atropina.
Criado pelos nazistas em 1939, o gás Sarin é uma das armas químicas mais poderosas que existem. Em contato com o organismo, o veneno debilita os músculos, causando parada cardíaca e respiratória. Foi esse o gás usado num atentado ao metrô de Tóquio em 1995, que matou 12 pessoas e feriu outras 5 mil.

2.4 RICINA

Origem: Mamona (Ricinus communis)
Forma de contaminação: Ingestão ou inalação da substância.
Dose letal*: 22 microgramas/kg.
Antídoto: Não tem.
Considerada o mais letal veneno de origem vegetal, a ricina é uma proteína isolada das sementes da mamona. O envenenamento provoca dor de estômago, diarreia e vômito com sangue. Uma semente de mamona tem ricina suficiente para matar uma criança. De tão letal, é usada até em ataques bioterroristas.

2.5  TOXINA DIFTÉRICA

Origem: Bacilo Corynebacterium diphtheriae
Forma de contaminação: Gotículas de saliva da fala ou espirro de pessoas contaminadas.
Dose letal*: 100 nanogramas/kg.
Antídoto: Soro antidfitérico.
O sujeito que se contamina com essa toxina pena um bocado com uma doença infecciosa aguda, a difteria, que atinge órgãos vitais, como coração, fígado e rins. Há vacina contra difteria, mas a taxa de letalidade ainda é bastante alta, beirando os 20%.

2.6 SHIGA-TOXINA

Origem: Bactérias dos gêneros Shigella e Escherichia
Forma de contaminação: Ingestão de bebidas ou alimentos contaminados.
Dose letal*: 1 nanograma/kg.
Antídoto: Não tem. Tratam-se os sintomas até o veneno ser expelido pelo corpo.
A intoxicação causa uma diarreia tão forte que pode levar à morte. O veneno destrói a mucosa do intestino, causando hemorragia e impedindo a absorção de água. A pessoa fica desidratada e produz fezes com sangue. Se não for tratada, mata 10% dos afetados.

2.7 TOXINA TETÂNICA

Origem: Bactéria Clostridium tetani
Forma de contaminação: Contato dos esporos da bactéria com ferimentos na pele.
Dose letal*: 1 nanograma/kg.
Antídoto: Soro antitetânico.
Essa é a toxina causadora do tétano, doença que ataca o sistema nervoso provocando espasmos musculares, dificuldade de deglutição, rigidez.
muscular do abdome e taquicardia. Estima-se que 300 mil pessoas se contaminem com o veneno por ano no mundo - desse total, metade morre.
0,00005 mg de toxina botulínica mataria.

2.8  TOXINA BOTULÍNICA

Origem: Bactéria Clostridium botulinum.
Forma de contaminação: Inalação ou ingestão de água ou alimentos contaminados.
Dose letal*: 0,4 nanograma/kg.
Antídoto: Antitoxina trivalente equina.
Dez mil vezes mais potente do que os venenos de cobra, essa toxina age sobre o sistema neurológico, causando paralisia dos músculos respiratórios e morte. Curiosamente, em pequenas doses, essa substância é usada em tratamentos estéticos para amenizar rugas - é o famoso Botox.
O poder mortífero de um veneno é medido pela chamada "dose letal 50" (DL50), que é a quantidade capaz de matar, em até 14 dias, metade de uma população de animais usados para teste. No homem, a DL50 da toxina botulínica é de apenas 0,4 nanograma por quilo - um nanograma equivale a um bilionésimo de grama. Ou seja, para aniquilar um jovem de 50 quilos, seria preciso apenas 20 nanogramas.

* dose letal caso os animais tivessem a mesma constituição biológica do homem.

Logo meus aprendizes, vocês estarão escolhendo a forma que mais lhe convém, até lá, vocês podem contar com o apoio desse adorável guia, inocente em palavras e nos seus métodos, compreendido apenas para os apreciadores da arte, como nós, que degustamos e sentimos o prazer de cada toque, cada movimento, cada olhar e cada momento. 


juhliana_lopes M.A.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

22 comentários:

  1. Só acho ridículo postar esse tipo de coisa com coisas como... apenas para os apreciadores da arte, como nós, que degustamos e sentimos o prazer de cada toque, cada movimento, cada olhar e cada momento.
    Coisa de maluco colocar isso propagando gente louca por aí... todo conteúdo é valido mesmo sobre esse tipo de coisa informativo... mas palavras desse tipo é desprezo a vida humano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu gosto... isso e exatamente como me sinto...

      Excluir
  2. Isso se chama liberdade poética, é apenas um texto, então relaxa...
    Uma pessoa louca, quando tem que fazer algo faz, independente se leu ou ouviu em algum que era pra fazer ou não...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E que seja feita a loucura da melhor forma! hẽhê

      Excluir
    2. o que e isso pessoal aqui só estão facilitando as coisas!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Os loucos sim Juhliana! mas e a pequena porcentagem de psicopatas racionais que existem como o Ted Bundy que tem completa compreensão do que estão fazendo, esses nem a ciência está preparada para eles. Você parece ser uma moça com um altíssimo nível intelectual para uma conversa no domingo. Só um adendo, pessoas padronizadas pela sociedade a exemplo do comentário feito pelo Chuck Norris tem que entender é que a informação é livre, sempre foi e continuará sendo, traduzindo: a pessoa vem parar aqui por pura e livre vontade de pesquisa então não adianta pagar de "bom mocinho" para isso temos o direito que é responsável por julgar casos que inflijam a lei, portanto todo mundo é responsável por seus atos e o que fazem com o mal uso da bela e sempre linda informação. Espero algum dia poder falar com você Juh acompanho seu blog sempre que posso, continue postando e nos fazendo degustar da infinitude de sua psiquê. Um grande abraço!

      Excluir
  3. Aqui so estai enainando como matar nao foi isso q eu quiz pesquisar

    ResponderExcluir
  4. Muito bom mesmo valew pela dica mais facil q receita de bolo

    ResponderExcluir
  5. "e tudo começou com uma brincadeira e logo ela se apaixonou em matar "

    ResponderExcluir
  6. Agora gostaria de saber como encontrar esses componentes e onde? Pois creio e que não vendem nas farmácias sem receita . se vendesse pela NET seria bem mais fácil.... Ajuda ai...

    ResponderExcluir
  7. Eu estou querendo matar meu pai, e isso ajudo muito, valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola... recomendo que use folhas de oleandro uma planta africana muito comun no brasil... e usada geralmente como ornamento em diversos lares... suponho que nao queira deixar vestigio por isso recomendo o olendro pois alem de nao deixar vestigio vc pode colocar no cha... nao deixa gosto e tem um efeito rapido... se quizer mais informaçoes me add no skype matryoska skinkarioal. eu entendo bastante sobre ervas e plantas...

      Excluir
  8. qual e o mais fácil de encontra?

    ResponderExcluir
  9. Como conseguir cianureto?
    Alguém sabe?

    ResponderExcluir
  10. Preciso de um veneno que nao conste no laudo da morte , que a pessoa foi envenenada , compro pago bem , qualquer coisa adiciona skype , bekapvc525@live.com

    ResponderExcluir
  11. Não vou tomar não sou louca.... vou dar. P uma Pessoa

    ResponderExcluir
  12. fico chocado como o ser humano tem a capacidade de matar uma pessoa assim por motivos banais. aquele ditado Quem com ferro fere, com ferro será ferido. eu já fui e desconfio que ate pouco tempo estava sendo. dentro da minha propria casa pelo lixo que minha mae arrumou o namorado dela. pq fazia muito mal dps que eu comia certas coisas que eu comia e eu ele ja tinha se desentendido. enfim cada um sabe onde seu calo aperta. e o pior que falo com ela sobre o fato e ela nao acredita e ainda tenho 22 anos se tivesse condições ja teria tido uma casa nem que fosse condição de aluguel para eu poder fugir disso. para eu tentar lidar com isso e sei la prefiro pensar que deus nao coloca obstaculo em nossa vida que nao podemos suportar.

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários com conteúdo: racista, homofóbico, preconceituoso, maldoso, ou de qualquer índole duvidosa que possam a infringir ou ferir a moral de qualquer um.

Se por acaso o comentário é sobre alguma duvida com relação a postagem, tenha CERTEZA de que está duvida não esteja transcrita na postagem. Ficaremos contentes em tentar responde-lá.

Todas as afirmações contidas nos comentários são de responsabilidade do comentador, o blog Eutanásia Mental, não tem obrigação nenhuma sobre qualquer ato ofensivo nos comentários.

Tudo bem errar uma palavra ou outra, esquecer de algum acento também esta beleza. Agora se escrever tudo errado e não ser possível entender um nada, o comentário não será liberado.

Obrigado pela atenção. Comente e faça um blogueiro feliz :-)