Papel Vermelho ou Azul?

3 Comentarios
Assim como Kuchisake-onna, Teke Teke e Enma-ai, esse post trás uma lenda japonesa! Fazia um bom tempo que não comentávamos nada sobre a Terra do Sol Nascente e decidimos trazer essa lenda que teve inicio no estado de Nara em 1930.

Lenda

A história conta que uma jovem vai ao banheiro antes de ir para casa. Após realizar suas necessidades percebe que não há papel higiênico  nisso ela ouve uma voz ao fundo "Quer papel vermelho? Quer papel azul?". A jovem não sabendo ao certo o que estava acontecendo responde "papel vermelho", não da outra e seu sangue começa a sair por todos os buracos de seu corpo, restando no banheiro apenas seu corpo jogado em meio a uma grande poça de sangue.
A lenda logo se espalha e algumas semanas depois, um garoto vive a mesma situação. "Quer papel vermelho? Quer papel azul?", o garoto se recorda do que havia ocorrido com a menina e responde "papel azul". Agora diferentemente da garota seu sangue começa a ser drenado de uma forma misteriosa, e o corpo dele cai ao chão, dessa vez sua pele toda azul por conta da falta de circulação.

Dizem que a lenda nasceu para exemplificar o medo dos estudantes ao escolherem coisas importantes para sua vida, passando desde de uma alternativa em uma prova até decisões sobre o futuro como qual carreira seguir. É como se houvesse um grande pavor dentro de cada jovem para essas decisões que pode assolar-los pela a vida inteira.

Existem várias variações sobre essa lenda. ela pode ser conhecida também por: "Papel Vermelho, Papel Branco", "Manta Vermelha, Manta Azul", "Mão Vermelha, Mão Azul", "Língua Vermelha, Língua Azul", Mas o final, que é o importante, não varia. A pessoa morre. 

No caso da escolha pelo papel vermelho diz-se também que:
- Uma chuva de sangue cai do teto.
- Uma foice corta o corpo da pessoa e esta fica ensanguentada.
- O papel cai em pedaços do teto, como uma chuva.
- O corpo todo fica avermelhado.

Já no caso do papel azul/branco:
- A pessoa é enforcada até perder o ar e ficar azul (arroxeada).
- O corpo todo fica azulado.
- Um papel bem pequeno azul é entregue, mas por ser pouco, a pessoa se vê obrigada a pedir o amarelo, e depois o vermelho, e finalmente ela desaparece.

Dizem que quem tenta sair do banheiro é impedido pela porta que não abre de jeito algum e, mesmo levando um rolo de papel higiênico consigo, o rolo some no momento em que a voz questiona a pessoa.

Já as formas de escapar são bem questionáveis e não passam de suposição, como por exemplo em uma escola de Osaka diz-se que para escapar deve-se responder "papel roxo", e em diferente regiões, basta apenas responder outra cor que não foi perguntada. Isso é claro, se não for em Yamagata pois lá se você responder qualquer cor que não foi perguntada você ficara preso em uma especie de limbo no mundo dos mortos.


Em Tokyo a lenda conta que não é em qualquer banheiro que isso ocorre. A cabina assombrada seria a quarta mais próxima da porta e estaria no banheiro ao lado do ginásio de esportes da escola, velho e raramente usado e, portanto, este deveria ser evitado.

Existe uma versão mais clean, sem sangue nem nada. Vocês tão ligado que japonês é tudo safado né? Por isso tem uma versão que em vez de você morrer dentro de um banheiro sujo... você recebe umas lambidas (vermelho) ou umas dedadas (azul/branco) na bunda. '-' 

Então galera eu lhe deixo esta pergunta "Quer papel vermelho ou papel azul?".
Se for gata é na versão das dedadas mesmo, to nem vendo EHOEHEOHEOHEO


                           
Vão pela sombra, Equipe Eutanásia.

#Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

3 comentários:

  1. Eu já conhecia isso, e admito que achei bem bizarro, mas essa parada de lambida e dedada do final superou tudo. O.o KKKKKK

    Ah, como meu blog é novo, estou divulgando um pouco. O criei hoje, mas caso queira visitar, aí vai:
    jeffisjustthekiller.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. na boa mano, que finzinho bizarro hein... Esse espírito era pedófilo!!! kkkk

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários com conteúdo: racista, homofóbico, preconceituoso, maldoso, ou de qualquer índole duvidosa que possam a infringir ou ferir a moral de qualquer um.

Se por acaso o comentário é sobre alguma duvida com relação a postagem, tenha CERTEZA de que está duvida não esteja transcrita na postagem. Ficaremos contentes em tentar responde-lá.

Todas as afirmações contidas nos comentários são de responsabilidade do comentador, o blog Eutanásia Mental, não tem obrigação nenhuma sobre qualquer ato ofensivo nos comentários.

Tudo bem errar uma palavra ou outra, esquecer de algum acento também esta beleza. Agora se escrever tudo errado e não ser possível entender um nada, o comentário não será liberado.

Obrigado pela atenção. Comente e faça um blogueiro feliz :-)